Para o BIS, o Brasil cresce este ano bem abaixo de 2%