Quem Somos  |  Produtos e Serviços  |  Presidente  |  Nossos Escritórios  |  Contato
 
Notícias
Eventos
Clipping
 
 
Principal
Áreas de Atuação
Jurisprudência/Casos de Sucesso
Esportes
Doutrinas e Artigos
Informativo Tributário
Notícias
Clipping
Eventos
Publicações
Representantes
Área Restrita
 
 
Pesquisar
 
 
 
Brumadinho: promotor diz que empresa alemã atuou com a Vale para dificultar fiscalização sobre barragens no Brasil - 20/03/2019
O promotor William Garcia Pinto, coordenador do núcleo criminal do Ministério Público de Minas Gerais (MPMG), que apura a tragédia em Brumadinho, afirmou que a consultoria alemã TÜV SÜD tem sido usada pela Vale para dificultar a fiscalização sobre a segurança de barragens no Brasil. A empresa foi responsável por atestar a estabilidade da barragem B1 da mineradora, que se rompeu no dia 25 de janeiro. Procuradas, as empresas não quiseram falar sobre o assunto (leia no fim desta reportagem).

A declaração de William Garcia ocorreu durante evento em Belo Horizonte, que debateu a corrupção no Brasil e as investigações desses casos no país. Durante o painel, o promotor disse que a empresa alemã tem corrompido o modelo de certificação de estabilidade de barragens.

"A atuação da TÜV SÜD no Brasil nós entendemos que ela está dentro da lei de corrupção, em uma perspectiva mais ampla do conceito de corrupção. A atuação da TÜV SÜD foi determinante para obstaculizar ou dificultar as atividades dos órgãos de fiscalização e controle, a partir do momento em que eles certificam a estrutura da barragem e eles corrompem todo o modelo de certificação brasileiro de segurança de barragens".

O promotor usou como exemplo uma investigação aberta pelo MPMG, em 2015, logo após o desastre da Samarco em Mariana. Na ocasião, William Garcia determinou a apuração da situação de todas as barragens em Brumadinho, inclusive, a B1, da Mina do Córrego do Feijão da Vale.

No boletim divulgado terça (19), a tragédia de Brumadinho contabilizava 209 mortos e 97 desaparecidos.

Ele explicou que, em junho de 2018, a TÜV SÜD deu um laudo de estabilidade à Vale, em relação à barragem B1. Simultaneamente, uma geóloga do Ministério Público encaminhou à Promotoria de Brumadinho, um pedido de documentos completares para análise aprofundada da estrutura. Cinco meses depois, um advogado da Vale protocolou o pedido de arquivamento do inquérito sobre a B1, após apresentar laudos da TÜV SÜD, que atestavam que não haviam riscos.

"E ele juntou dois CDs com diversos documentos, principalmente o certificado de declaração de condição de estabilidade da empresa alemã. Que até hoje, em muitas informações públicas, a Vale se utiliza, se escuda, na potencial credibilidade da empresa pra dizer que não sabia ou que não tinha informação suficiente. Então a empresa, por exemplo, foi usada para dificultar a atividade da investigação do Ministério Público e tirar do radar do poder público, a prioridade daquela barragem que estava tão crítica, que em menos de 2 meses depois se rompeu", afirmou Garcia.

O promotor esclareceu que o inquérito está em fase de apuração de uma série de provas colhidas com os suspeitos, como, por exemplo, a análise de 78 dispositivos eletrônicos apreendidos. Segundo William Garcia, são 23 investigados até o momento, entre executivos e funcionários da Vale, além de engenheiros da consultoria TÜV SÜD.

Procurada pela CBN, a Vale informou que não comenta investigações em andamento. A consultoria TÜV SÜD também afirmou que não comenta investigações em curso.


Fonte: G1
<< Voltar
Édison Freitas de Siqueira Advogados Associados S/S - OAB/RS 22.136 - OAB/SC 22.281-A - OAB/GO 28.659-A - OAB/MG 92.047 - OAB/RJ 2.541-A - OAB/SP 17.2838-A - OAB/DF 2.074-A - OAB/MT 10.305-A - OAB/BA 23.016
A Ordem dos Advogados de Portugal - OAP/Lisboa 21.530L
Todos os direitos reservados © 2008
CA 91362
English version
Nosso trabalho e história profissional estão disponibilizados nesta página. Nossas atividades profissionais são reguladas pela Lei Nº 8906, de 04/07/1994, razão pela qual as nossas informações serão disponibilizadas mediante a comprovação de vosso efetivo interesse demonstrando a opção e a vontade de entrar no nosso site.