Quem Somos  |  Produtos e Serviços  |  Presidente  |  Nossos Escritórios  |  Contato
 
Notícias
Eventos
Clipping
 
 
Principal
Áreas de Atuação
Jurisprudência/Casos de Sucesso
Esportes
Doutrinas e Artigos
Informativo Tributário
Notícias
Clipping
Eventos
Publicações
Representantes
Área Restrita
 
 
Pesquisar
 
 
 
Rede americana arma estratégia para atender brasileiros em Nova York - 20/07/2018
A crise e alta do dólar parecem não ter atrapalhado os planos dos brasileiros que viajam para o exterior. Maior rede de lojas de eletrônicos dos Estados Unidos, a Best Buy armou uma estratégia para se adequar ao aumento do fluxo de turistas do Brasil. Para atender à tropa de brasileiros, a empresa está contratando, em regime de urgência, funcionários que falam português. Todos os dias, ônibus de excursão despejam grupos barulhentos que vão se esbaldar na Best Buy da Quinta Avenida, em Nova York – é essa turma que a rede quer conquistar. Os números apurados pelo Banco Central confirmam que, apesar de tudo, os brasileiros estão dispostos a ampliar seus gastos no exterior. De acordo com os mais recentes dados disponíveis, eles desembolsaram US$ 1,6 bilhão em viagens internacionais em maio, alta de 5% na comparação com abril e de 8% ante o mesmo mês do ano passado. É de se imaginar o que teria acontecido se o real não estivesse tão fraco.

Greve dos caminhoneiros, aumento da violência e dólar próximo a R$ 4 afetaram o turismo na Bahia, principal destino turístico do Nordeste. Segundo o IBGE, até maio, o setor encolheu 4,9%, o segundo pior entre os 12 estados pesquisados. Mas há exceções. No primeiro semestre deste ano, em comparação com o mesmo período de 2017, o Cana Brava All Inclusive Resort, em Ilhéus, registrou crescimento de 14% em sua receita. O avanço foi puxado por turistas estrangeiros, principalmente europeus.

É quanto a Netflix investiu em produção de conteúdo desde 2014. Cerca de um terço desse total foi gasto nos últimos 12 meses

"Os resultados do primeiro semestre mostram um sólido crescimento, apesar dos efeitos da extensa greve dos caminhoneiros no Brasil, um dos nossos maiores mercados"

Paul Polman, CEO global da Unilever, dona de marcas como Hellmann’s, Dove e Omo

Pagamento com cartão de débito avança e com dinheiro vivo cai

O estudo é do Banco Central: enquanto cheque e dinheiro vivo perdem espaço no pagamento das compras, o cartão de débito avança. Sua participação no faturamento do comércio saltou de 14% em 2013 para 20% em 2018. No mesmo período, as vendas feitas por meio de cartão de crédito ficaram estáveis, respondendo por 25% do total. O BC tem adotado medidas para reduzir o custo do cartão de débito, como a limitação para a tarifa paga pelas empresas.

O mercado de compartilhamento de férias marcha a passos firmes. Prova disso é o desempenho da RCI, líder mundial em intercâmbio de férias. A empresa cresceu 27% no ano passado no país. Entre 2012 e 2017, ampliou em 147% a entrada de novos sócios no modelo de negócio. Os indicadores reforçam o bom momento do setor e a expansão dessa indústria. Pelos cálculos da consultoria Caio Calfat Real Estate, o segmento multipropriedade ultrapassou a marca dos R$ 16,3 bilhões no Brasil.



Fonte: Estado de Minas
<< Voltar
Édison Freitas de Siqueira Advogados Associados S/S - OAB/RS 22.136 - OAB/SC 22.281-A - OAB/GO 28.659-A - OAB/MG 92.047 - OAB/RJ 2.541-A - OAB/SP 17.2838-A - OAB/DF 2.074-A - OAB/MT 10.305-A - OAB/BA 23.016
A Ordem dos Advogados de Portugal - OAP/Lisboa 21.530L
Todos os direitos reservados © 2008
CA 91362
English version
Nosso trabalho e história profissional estão disponibilizados nesta página. Nossas atividades profissionais são reguladas pela Lei Nº 8906, de 04/07/1994, razão pela qual as nossas informações serão disponibilizadas mediante a comprovação de vosso efetivo interesse demonstrando a opção e a vontade de entrar no nosso site.