Informativo Tributário nº 99 - 14 de dezembro de 2011  
  Editorial | Artigos | Jurisprudência | Notícias | Congresso Nacional  
 
Exclusão do Refis da Crise – Faça Valer seus Direitos

Se você foi mais uma vítima das armadilhas do REFIS da CRISE e se viu excluído do programa, seja pela perda de prazo para opção, seja pelo fato de que na consolidação de seus débitos lhe foram apresentados valores que, mesmo optando pelo prazo máximo (180 meses), as parcelas mostraram-se insuportáveis diante de suas condições econômicas, tornando o compromisso mera intenção, chegou a hora de você fazer valer os seus direitos e revisar todos os seus débitos, excluídos ou não do REFIS da CRISE!

Através de uma decisão proferida em Recurso Repetitivo, que define uma espécie de súmula vinculante, o STJ - Superior Tribunal de Justiça, deixou pacificado o entendimento de que é legal a revisão judicial de parcelamento administrativo de débitos tributários. Isso inclui o “Refis da Crise”, PAES, PAEX e REFIS.

A decisão vale tanto para as empresas que possuem o parcelamento ainda vigente, como àquelas que foram excluídas da moratória. O que torna a decisão citada muito importante, é o fato de o STJ declarar que, mesmo havendo Confissão de Dívida por parte do Contribuinte, ou mesmo renúncia a direitos junto a executivos fiscais - exigência imposta de forma arbitrária pelo fisco - , ainda assim é direito deste revisar o débito e o próprio parcelamento. Este entendimento assegura, inclusive, que o contribuinte, enquanto estiver revisando o parcelamento judicial, e mesmo nas situações em que houver confissão de débito e renúncia a direitos, poderá depositar em juízo as parcelas efetivamente devidas, excluídas multas, juros e cobranças indevidas, autorizando, com isto, a reinclusão na moratória, para todos os efeitos.

Continue a leitura acessando o link: http://www.edisonsiqueira.com.br/informe/release54pt.html

UM BRASIL MAIOR - ESSA LUTA É NOSSA!
(leia mais)

As inconstitucionalidades do aumento do IPI para carros importados
(leia mais)

Ministério da Fazenda e Pode Judiciário Federal reconhecem os créditos federais para compensação tributária
(leia mais)


SÃO INCONSTITUCIONAIS AS LIMITAÇÕES IMPOSTAS AO DIREITO DE CRÉDITO DE PIS E COFINS A QUE ESTÃO SUJEITOS OS CONTRIBUINTES OPTANTES PELA APURAÇÃO NÃO CUMULATIVA DE PIS E COFINS
(leia mais)

COMPENSAÇÃO DE PRECATÓRIO PARA PAGAMENTO DE DÉBITO TRIBUTÁRIO E DA EXCLUSÃO DE INSCRIÇÃO NO CADIN
(leia mais)

JUSTIÇA FEDERAL DE SÃO PAULO EXTINGUE EXECUÇÃO RECONHECENDO A PRESCRIÇÃO DO CRÉDITO TRIBUTÁRIO REPRESENTADO PELA CDA.
(leia mais)


Brasil aparece em 11º no ranking global de estabilidade financeira
(leia mais)

Juros recebidos ou creditados, a título de remuneração do capital próprio, poderão ser excluídos da base de cálculo (PIS) (Pasep) (Cofins)
(leia mais)

Senadores aprovam regras mais rígidas para entrada de produtos importados no mercado brasileiro
(leia mais)

Primeira fábrica de chip do Brasil deve começar a produzir em 2012, diz ministro
(leia mais)

Congresso aprova créditos de R$ 164 milhões ao Orçamento deste ano
(leia mais)

Câmara aprova free shops em cidades gêmeas de fronteira
(leia mais)


 
  edisonsiqueira.com.br  
 
Porto Alegre |RS|BR Ed. Cônsul Édison Freitas de Siqueira
Rua Dom Pedro II, 1411 - Higienópolis - CEP: 90550-143
Fone 51 3358.0500
São Paulo|SP|BR Av. Paulista, 2001, Cj. 318 - Bela Vista
CEP: 01311-300 - Fone 11 3251.1354
Rio de Janeiro|RJ|BR Praça Floriano, 55 - Salas 304/305 - Centro
CEP: 20031-050 - Fone 21 2262.6463
Belo Horizonte|MG|BR Rua Alvarenga Peixoto, 683 - 9º Andar - Lourdes
CEP: 30180-120 - Fone 31 3291.6720
   
 
Curitiba|PR|BR PABX 51 3358.0500
Salvador|BA|BR PABX 51 3358.0500
Brasília|DF|BR - SAUS - Q. 03 - Lote 3/2 - Bl. C - sala1004 - Edifício Building Business Point - CEP:70070-030 - Fone 61 3323.8253
Lisboa|Portugal Av. da Liberdade, 204 - 3º Esq. 1250/147
New York|NY|USA 675, Third Avenue - 10017-5704
Westlake Village|CA|USA 5707, Corsa Ave. - 2nd Floor - 91362
Miami|FL|USA 25, West Flagler Street - Suite 800 - 9130